Arquivo | Propagandas Bizarras RSS feed for this section

Propagandas Bizarras – 12

27 jan

É difícil admitir, mas eu admiro a Prefeitura de Barretos. Sabe por quê?  Porque ela teve a coragem de veicular uma campanha bizarra. Não só bizarra, como tosca e de mal gosto.

 

Primeiro: Cadê o link de campanha? Cada peça tem uma linha “criativa” diferente. E que linha é essa? Onde encontraram esse diabo de linha? Me fala, que eu quero passar longe!

Segundo: A direção de arte tá de dá dó. Bebeu, né? Se beber, não dirija, por favor! A redação parece ter sido feita por alguém com dor de barriga. Sem nexo nenhum.

Terceiro: As peças são de mal gosto, mas a do mosquito argentino é muito ruim. Um prato cheio, lotado pra uma polêmica. Chamou uma nação inteira de mosquito mal! Que feio!

 

Prepare-se para o show de horror.

 

 

 

Propagandas Bizarras – 11

8 dez

Existem comerciais que são muito bons. Têm conceito, são inovadores e ficam na cabeça dos consumidores.

Por outro lado existem filmes publicitários que dão medo de tão ruins.

É o caso desse comercial da Neo Química, da Hypermarcas, criado não-sei-por-quem. A marca de medicamentos genéricos é patrocinadora do Corinthians, timão em que Ronaldo joga.

Escolheram o jogador de peso (sem duplo sentido) para ser garoto-propaganda. O craque como ator é um ótimo jogador de futebol, mas não é isso que acaba com a propaganda.

A primeira atriz, a loira, até balança para falar “Ronaaaaaaldo”. É tosco.

Não existe conceito, não é criativa, os atores são péssimos e é irritante. Poxa, uma marca da Hypermarcas não poderia aparecer na TV fazendo isso.

Propagandas Bizarras – 10

19 nov

O designer Adam Ross criou uma toalha que indica qual é a parte de cima e qual é a de baixo. O objetivo é genial: não secar várias partes do corpo com o mesmo pedaço de toalha. Assim você evita de passar no rosto aquele pedacinho de toalha que no dia anterior você passou nas partes intimas.

Até aí, tudo perfeito. Acontece que o filme de divulgação do produto é extremamente asqueroso, repugnante, malacafento e todos os possíveis sinônimos de nojento da nossa língua.

Assistam, pois vocês nunca viram coisa parecida com isso.

Conheça o blog DR – Discutindo a Redação Publicitária

 

 

 

Propagandas Bizarras + Polêmicas + Propagandas Sustentáveis

5 out

Essa talvez seja a propaganda mais bizarra que eu já assisti.

Chamado “No Pressure”, o vídeo causou polêmica depois de mostrar pessoas sendo explodidas. Isso mesmo que você leu. PESSOAS SENDO EXPLODIDAS.

O objetivo do filme era estimular empresas, organizações e instituições de ensino a incentivar a redução da emissão de dióxido de carbono em 10%. No filme, as pessoas que se recusam são simplesmente estouradas.

O mais bizarro é como as outras pessoas ficam sujas de sangue. Até crianças são detonadas. Ainda mais louco é o pedido de desculpas da diretora Eugenie Harvey, que diz que queriam fazer um vídeo engraçado.

Confira o filme.

Não recomendado para menores de 30 anos, idosos, mulheres grávidas, pós traumáticos

 

Conheça o Blog DR – Discutindo a Redação Publicitária

Propagandas Bizarras – 09

10 set

Acho os comerciais da AXE bastante machistas e não gosto do conceito que a marca adota.

Mais uma vez uma peça deles entra aqui nos Propagandas Bizarras. Dessa vez é por causa do anúncio impresso protagonizado por Larissa Riquelme.

Calma, meninos! Não estou falando dela e sim da peça, hem!

A criação, da BorghiErh/Lowe, poderia ter abordado melhor.

Vamos lá:

1 – A paraguaia é conhecida por guardar seu celular entre os silicones seios.

2 – Ela ficou conhecida depois da copa do mundo FIFA 2010.

3 – Meninos sonham em ser jogadores de futebol.

Sabendo disso, a equipe criativa poderia ter usado um celular ao invés do logotipo nos seios da “moça”.

O texto ficaria mais ou menos assim: “O sonho de todo menino é ser jogador de futebol. Já o sonho de todo homem é ser celular” ou “Todo homem sonhou ser jogador de futebol, mas depois do mundial todos sonham em ser celular”. Ou qualquer outra coisa que não logotipo de desodorante.

Propagandas Bizarras – 08

10 ago

Eu até acredito que uma dupla tenha criado um anúncio desses, mas não consigo acreditar que alguém tenha aprovado uma ideia dessas. Onde estava o Diretor de Criação e o cliente?

Bem, agora o que nos resta é rir (ou chorar) dessa coisa que chamam de criação.

A chamada “dialoga” com a imagem, que é muito bizarra, diga-se. O texto discorre sobre ideias que nascem na cabeça do leitor, mas a imagem mostra ovos no ninho, representado pelo cabelo sujo de uma modelo.

Se eu fosse o leitor me sentiria ofendida.

Propagandas Bizarras – 07

19 jul

A marca de refrigerantes Dolly já esteve aqui no blog antes. Infelizmente, na mesma categoria: Propagandas Bizarras.

Desta vez o filme comercial consegue ser pior que o outro (aqui).

Acha que eu estou exagerando? Assista ao vídeo e veja que não existe nada mais brega que isso. Impossível existir um jingle mais ridículo.

É uma pena, pois a marca tem um market share considerável aqui em São Paulo.

%d blogueiros gostam disto: